Dicas para criar um CV profissional

O seu currículo tem de ser profissional, porque se não tiver um currículo profissional ele provavelmente não receberá um segundo olhar de qualquer recrutador.

O currículo deve ser fácil de ler: – evite fontes pequenas, blocos densos de texto, linguagem vaga ou excessiva e formatação inconsistente.

Porquê um currículo profissional?

Um currículo não profissional – um que é difícil de ler, confuso, cheio de erros ou não relacionado com o trabalho que a pessoa solicita – será colocado no lixo imediatamente. Os recrutadores recebem dezenas destes currículos todos os dias de candidatos a trabalho. Um currículo não profissional não o faz parecer profissional e isso vai-lhe custar um possível trabalho.

Dicas para criar um currículo profissional

Selecione o melhor tipo de currículo. Existem vários tipos básicos de currículos utilizados para candidatar-se a vagas de emprego.

Dependendo das suas circunstâncias pessoais, escolha um currículo cronológico, funcional, combinado ou específico. Aproveitar o tempo para escolher o melhor tipo de currículo para sua situação vale bem o esforço.

O currículo deve ser fácil de ler. O objectivo é fazer com que o recrutador o leia e absorva facilmente o seu histórico de trabalho e conquistas.

Portanto, use uma fonte legível (como Times New Roman, Arial ou Calibri). Certifique-se de que a fonte não é muito grande ou muito pequena (escolha um tamanho entre 10 e 12).

Evite blocos densos de texto e use margens padrão. Use papel de cor branca ou creme se enviar um currículo impresso – o papel colorido pode ser muito perturbador.

Seja consistente. Os currículos profissionais têm de ter uma formatação consistente. Por exemplo, se usar marcas para descrever as suas responsabilidades e conquistas num trabalho anterior, certifique-se de usar marcas em todas as outras situações também. Além disso, certifique-se de que todas as marcas são formatados da mesma forma em todo o processo. Por exemplo, não use marcas circulares numa seção e marcas de diamante noutra seção. Seja coerente com a fonte, o tamanho da fonte e o estilo (como o uso de negrito e itálico).

Mantenha-o focado. É importante não incluir informações estranhas. O currículo deve concentrar-se nas habilidades e atributos que o qualificam para o trabalho.

Seja criativo. Se estiver num campo criativo, pode usar um site de currículo gratuito para criar um currículo criativo que inclua todas as facetas de um currículo tradicional, com complementos como vídeo, infografia e links para os seus trabalhos. No entanto, faça apenas isto se estiver numa indústria criativa. Caso contrário, fique com um currículo tradicional.

Edite cuidadosamente o seu currículo. Erros de ortografia e gramática podem fazer com que um candidato pareça desatento aos detalhes. Verifique várias vezes o seu CV para garantir que está consistente e livre de erros.

Obter ajuda. Escrever um currículo é um trabalho árduo e é importante obter ajuda, ou pelo menos ter feito uma revisão do seu currículo antes de enviá-lo aos empregadores. Considere pedir ajuda a um profissionais de recursos humanos, serviço de currículo profissional ou até mesmo a um amigo para o ler e lhe dar uma opinião.

Veja também 14 coisas que não deve incluir no seu CV


Veja mais ofertas de emprego e estágios na página Oportunidades

Ofertas perto de si

error: