Como me preparar para uma entrevista de emprego?

“Não ir preparado para a entrevista de emprego, com informação sobre o empregador e a função à que se candidata é um dos problemas porque muitos candidatos são excluídos” diz a Sonae

Fazer um bom currículo é o primeiro passo para chamar a atenção do empregador. Apenas se conseguir diferenciar-se entre as restantes ofertas de trabalho é que conseguirá ser chamado para uma entrevista. O “curriculum vitae” é o seu cartão de visita. É através do currículo que se pode dar a conhecer e ganhar uma oportunidade no mercado de trabalho. Com as empresas a serem bombardeadas diariamente com ofertas de trabalho, conheça as dicas da Sonae e da Humanist para se destacar numa entrevista de emprego.

Cinco conselhos para fazer um bom currículo

Conteúdo
Seja simples e verdadeiro

Um bom currículo distingue-se não pela forma, mas pelo conteúdo. Para Rui Leitão, da Humanist, os currículos estão hoje cada vez mais normalizados. Um aspecto que considera positivo, pois quanto mais simples forem, melhores são de analisar. O currículo deve, na perspectiva da Sonae, “ser sucinto e pragmático”. A empresa diz que as pessoas “devem transmitir quais foram as suas responsabilidades reais”.

Marketing
Saiba “vender-se”

O currículo é o seu cartão de visita e a forma de chegar até ao empregador. Por isso, não deixe escapar esta oportunidade e descreva todas as suas competências da melhor forma possível. Apenas assim poderá chamar a atenção e, numa segunda fase, ser seleccionado para uma entrevista de emprego. Evitar as tradicionais gralhas e erros é fundamental para não ser eliminado à partida. Também é recomendável juntar uma fotografia.

Cargo
Adapte-se ao projecto

Quando está a candidatar-se a uma vaga de emprego é fundamental direccionar o currículo ao projecto para o qual está a concorrer. Ou seja, destaque as suas competências que respondem àquilo que está a ser pedido. “Deve apresentar a sua formação académica, experiência profissional, competências desenvolvidas que sejam particularmente relevantes para a função em causa”, explica a Sonae.

Competências
O valor da experiência

Para os trabalhadores com experiência, mais do que as habilitações literárias, é fundamental destacar as competências profissionais. Os candidatos devem destacar a experiência numa determinada área e descrever responsabilidades e tarefas executadas ao longo do seu percurso profissional. Também o tempo entre funções é uma informação relevante.

Actividades
Trabalho em equipa

A referência de actividades físicas e sociais são importantes, caso sejam “indiciadoras do trabalho em equipa” do candidato. Este tipo de informações ganha maior importância nos currículos dos recém-licenciados. Para a Sonae, “no que respeita às actividades extra profissionais, deve evidenciar as competências que se relacionam com as exigências da função a que se candidata”.

Cinco conselhos para a entrevista de emprego

Conhecimento
Saiba o que esperam de si

Quando é chamado para uma entrevista tem de estar preparado para testes e para responder a perguntas que lhe vão ser colocadas. “É relevante a pesquisa que o candidato pode fazer antecipadamente para conhecer melhor tanto a empresa, como as exigências e âmbito de actuação da função para a qual direcciona a sua candidatura”, realça a Sonae. Antes da entrevista deve explorar “os seus pontos fortes e necessidades de desenvolvimento”.

Honestidade
Importante ser verdadeiro

Seja o mais honesto possível. O candidato a um posto de trabalho deve ser o “mais verdadeiro e genuíno possível”. “Na entrevista, importa estabelecer um clima de empatia, de modo a que o candidato se sinta mais à vontade para, de forma transparente, objectiva e focada, dar a conhecer o seu percurso académico, profissional e seja capaz de evidenciar as competências desenvolvidas nos diversos contextos”.

Experiência
Destaque o o seu percurso

No caso dos trabalhadores com experiência profissional, é importante referir o percurso profissional e descrever tarefas anteriores. “Deve realçar toda a experiência que possa ser uma mais-valia para o cargo que está a candidatar-se”. “É desejável que o candidato seja capaz de mostrar que as competências reais dão resposta ao que a empresa procura”, diz a Sonae.

Dinamismo
Mostre a sua criatividade

Mais do que as suas competências e habilitações literárias, actualmente as empresas também dão valor as chamadas “soft skills”. “Procuramos candidatos ambiciosos, criativos, empreende-dores, intelectualmente curiosos, com dinamismo e orientados para a excelência”, sublinha a Sonae. A empresa dá ainda especial valor à capacidade de liderança e ao espírito de equipa. A disponibilidade para a mobilidade geográfica também é valorizada.

Erros
Saiba o que não deve fazer

Chegar a uma entrevista de emprego não é sinónimo de ter conseguido o trabalho. Por isso, esta é a oportunidade para o trabalhador mostrar que é capaz e a pessoa certa para ocupar esse lugar. Uma atitude arrogante ou falta de interesse são comportamentos proibidos. “Não ir preparado para a entrevista, com informação sobre o empregador e a função à que se candidata” é um dos problema, avisa a Sonae.


Veja mais ofertas de emprego e estágios na página Oportunidades

Ofertas perto de si

error: