Este site utiliza cookies. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Fechar
Direção-Geral da Política de Justiça

Direção-Geral da Política de Justiça está a recrutar na área Financeira

A Direção-Geral da Política de Justiça (DGPJ) do Ministério da Justiça atua no âmbito da política de justiça e planeamento estratégico, dos meios de resolução alternativa de litígios, das relações internacionais e da informação estatística na área da Justiça.

A Direção-Geral da Política de Justiça foi criada em 2006, com a publicação do Decreto-Lei n.º 206/2006, de 27 de outubro, que aprovou a lei orgânica do Ministério da Justiça.

Sucedeu ao Gabinete de Política Legislativa e Planeamento (GPLP) e ao Gabinete para as Relações Internacionais, Europeias e de Cooperação (GRIEC), que foram nesse momento extintos.

Manteve as funções que o GPLP desempenhava no domínio da programação da atividade legislativa e não legislativa do Ministério da Justiça, bem como as respeitantes ao acompanhamento do processo legislativo e assumiu competências reforçadas na área do planeamento, tais como as de elaboração de documentos estratégicos e as Grandes Opções do Plano na área da justiça e da monitorização do seu cumprimento. Por outro lado, manteve as competências do GPLP no âmbito da recolha, produção, análise e divulgação das estatísticas oficiais da justiça.

Para além do reforço das funções atrás descritas a DGPJ acolheu também competências de coordenação das relações externas e de cooperação na área da justiça, anteriormente entregues ao GRIEC.

Tanto o GPLP como o GRIEC já haviam sido o resultado de processos de reestruturação interna dos serviços do Ministério da Justiça, em anos anteriores.

Ofertas

OE202209/0650 – Técnico Superior (2 vagas) – Lisboa

Requisitos

  • Formação superior ao nível de Licenciatura em Auditoria, Gestão ou Economia;
  • Conhecimentos sobre legislação e regulamentação relativa a temas da prevenção da corrupção;
  • Facilidade de relacionamento interpessoal e de trabalho em equipa;
  • Atitude pró -ativa, sentido de responsabilidade, dinamismo e autonomia;
  • Fortes competências analíticas, escritas e de comunicação;
  • Elevada capacidade de planeamento/organização, de priorização de necessidades e de
  • Orientação para resultados;
  • Elevada capacidade de aprendizagem;
  • Conhecimentos informáticos na ótica do utilizador.

Remuneração

  • 2.258,15€.

Mais informações e candidaturas [AQUI]

OE202209/0651 – Técnico Superior (1 vaga) – Lisboa

Funções

  • Assegurar a execução financeira e acompanhamento de projetos no âmbito do PRR, praticando os atos necessários na Plataforma GeRFiP — Gestão de Recursos Financeiros em modo Partilhado;
  • Assegurar a emissão e liquidação da receita no âmbito do PRR;
  • Assegurar e manter organizado o arquivo de todo o registo contabilístico e financeiro dos pagamentos realizados no âmbito no âmbito do PRR;
  • Assegurar os reportes que se afigurem necessários no âmbito do PRR, nomeadamente à Estrutura de Missão Recuperar Portugal;
  • Prestar apoio em matéria de reconciliação bancária, no âmbito do PRR;
  • Prestar o apoio necessário na elaboração da conta de gerência e na preparação de informação necessária no âmbito de ações de controlo interno e de auditoria.

Requisitos

  • Formação superior nas áreas de Contabilidade, Gestão de Empresas, Economia, Finanças, Administração, Administração Pública, Gestão Pública, Auditoria ou Fiscalidade.

Mais informações e candidaturas [AQUI]

Empregos e estágios perto de si

Veja também

Fidelidade

Fidelidade está a recrutar para a equipa de Formação/Academia

A Fidelidade é a seguradora líder de mercado, vida e não vida em Portugal. Desde …