Este site utiliza cookies. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Fechar
Direção-Geral do Património Cultural

Direção-Geral do Património Cultural abriu novas vagas de emprego

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) é responsável pela gestão do património cultural em Portugal continental.

Uma equipa alargada, cobrindo praticamente todos os domínios técnicos e científicos e estruturada funcionalmente em serviços centrais, sediados em Lisboa, e em Museus, Monumentos e Palácios, localizados em diferentes pontos do país, assegura um vasto leque de funções e disponibilizam um vasto conjunto de serviços.

As suas atribuições passam, entre muitos outros campos de atividade, pelo estudo, investigação e divulgação do Património imóvel, móvel e imaterial, pela gestão do património edificado arquitetónico e arqueológico no território e nas cidades, pela realização de obras de conservação nos grandes monumentos, pela gestão dos Museus Nacionais e dos monumentos classificados como Património Mundial, pela coordenação da Rede Portuguesa de Museus, pela documentação e inventário do património imaterial, indo até às intervenções de conservação e restauro de peças de património móvel e integrado.

A Direção-Geral do Património Cultural tem por missão assegurar a gestão, salvaguarda, valorização, conservação e restauro dos bens que integrem o património cultural imóvel, móvel e imaterial do País, bem como desenvolver e executar a política museológica nacional.

Oferta – OE202301/0526 – Técnico Superior (20 vagas) – Lisboa

Abertura de Procedimento concurso comum para a constituição de vínculo de emprego público por tempo indeterminado, tendo em vista o preenchimento de 20 (vinte) postos de trabalho na carreira geral de técnico superior do mapa de pessoal da Direção-Geral do Património Cultural.

Vagas

Ref.ª A – 2 (dois) postos de trabalho, na área de conservação e restauro na vertente de pintura antiga

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª B – 1 (um) posto de trabalho na área de conservação e restauro na vertente de pintura moderna e contemporânea

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª C – 2 (dois) postos de trabalho, na área de conservação e restauro na vertente de esculturas em madeira, madeira policromada e estruturas

Habilitações exigidas

Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª D – 1 (um) posto de trabalho, na área de conservação e restauro na vertente de esculturas em pedra e pedra policromada

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª E – 2 (dois) postos de trabalho na área de conservação e restauro na vertente de obras em metal/ourivesaria

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª F – 2 (dois) postos de trabalho na área de conservação e restauro na vertente de mobiliário em madeira e outros materiais orgânicos

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª G – 2 (dois) postos de trabalho, na área de conservação e restauro na vertente de obras em papel

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª H – 2 (dois) postos de trabalho na área de conservação e restauro na vertente obras em suporte têxtil

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª I – 1 (um) posto de trabalho na área de conservação e restauro na vertente de conservação preventiva

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Conservação e Restauro, não sendo admitida a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Mestrado em conservação e restauro, com estágio curricular na área a concurso, experiência profissional com um mínimo de 5 anos na área.

Ref.ª J – 1 (um) posto de trabalho na área Laboratório Biologia

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Biologia ou área afim, sem possibilidade de substituição ao nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Experiência no estudo de bens patrimoniais recorrendo a técnicas laboratoriais.

Ref.ª K – 1 (um) posto de trabalho na área Laboratório/Química

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Química ou área afim, sem possibilidade de substituição ao nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Experiência no estudo de bens patrimoniais recorrendo a técnicas laboratoriais.

Ref.ª L – 1 (um) posto de trabalho na área Laboratório Física/Ciência de Materiais

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Física, Ciência dos materiais ou área afim, sem possibilidade de substituição ao nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Experiência no estudo de bens patrimoniais recorrendo a técnicas laboratoriais.

Ref.ª M – 2 (dois) postos de trabalho na área de Laboratório Fotográfico

Habilitações exigidas

  • Licenciatura em Fotografia ou área afim, sem possibilidade de substituição ao nível habilitacional por formação ou experiência profissional.

Requisitos Preferenciais

  • Experiência no estudo de bens patrimoniais recorrendo a técnicas laboratoriais.

Competências valorizadas

  • Planeamento e organização: Capacidade para programar, organizar e controlar a sua atividade e projetos variados, definindo objetivos, estabelecendo prazos e determinando prioridades;
  • Conhecimentos especializados e experiência: Conjunto de saberes, informação técnica e experiência profissional, essenciais ao adequado desempenho das funções;
  • Iniciativa e Autonomia: Capacidade de atuar de modo independente e proativo no seu dia-a-dia profissional, de tomar iniciativas face a problemas e empenhar-se em solucioná-los;
  • Trabalho de Equipa e Cooperação: Capacidade para se integrar em equipas de trabalho de constituição variada e gerar sinergias através de participação ativa.

Posicionamento remuneratório

A posição remuneratória de referência é a 2.ª Posição, da carreira e categoria de técnico superior, nível 16 da Tabela Remuneratória Única, a que corresponde o valor 1320,15 (euro) (mil duzentos e sessenta e oito euros e quatro cêntimos), sem prejuízo do n.º 8 do artigo 38.º da LTFP.

Mais informações e candidaturas [AQUI]

Empregos e estágios perto de si

Veja também

Banco CTT

Banco CTT está a recrutar para a área de Crédito à Habitação

O Banco CTT nasce da evolução natural do negócio de serviços financeiros já prestados pelos …