ICNF Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas

ICNF está a recrutar Assistentes Operacionais (100 vagas)

O ICNF, Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, é um organismo da administração indireta do Estado Português com a missão de contribuir para a valorização e conservação dos aspectos relativos aos recursos florestais e à Natureza e Biodiversidade em Portugal.

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas somos nós, consigo, gerindo o património natural e florestal, envolvendo os atores do desenvolvimento territorial nas medidas e ações de conservação da natureza e de gestão da floresta.

A sua missão é propor, acompanhar e assegurar a execução das políticas de conservação da natureza e das florestas, visando a conservação, a utilização sustentável, a valorização, a fruição e o reconhecimento público do património natural.

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas tem sede em Lisboa e cinco Direções Regionais , abrangendo todo o território continental.

Oferta – Assistente Operacional (100 vagas)

Procedimento concursal para preenchimento de 100 (cem) postos de trabalho da carreira e categoria de assistente operacional, funções CNAF, do mapa de pessoal do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P. (ICNF, I. P.), na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, destinado a candidatos/as com ou sem vínculo de emprego público.

Número de postos e local de trabalho

O procedimento concursal visa o preenchimento de 100 (cem) postos de trabalho, em regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado distribuídos pelas seguintes referências:

Ref.ª A) Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas do Norte (DRCNF Norte)

  • Amarante – 5 postos de trabalho
  • Amarante – Centro Nacional de Sementes Florestais (CENASEF) – 2 postos de trabalho
  • Vila Real – 4 postos de trabalho
  • Mondim de Basto – 4 postos de trabalho
  • Chaves – 2 postos de trabalho
  • Bragança – 1 postos de trabalho
  • Lamego – 1 postos de trabalho
  • Viana do Castelo – 2 postos de trabalho
  • Arouca – 2 postos de trabalho
  • Cabeceiras de Basto – 2 postos de trabalho

Ref.ª B) Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas do Centro (DRCNF Centro)

  • Manteigas – 3 postos de trabalho
  • Penamacor – 2 postos de trabalho
  • Sabugal – 1 postos de trabalho
  • Guarda – 2 postos de trabalho
  • Coimbra – 1 postos de trabalho
  • Marinha Grande – 7 postos de trabalho
  • São Jacinto – 4 postos de trabalho
  • Águeda – 4 postos de trabalho

Ref.ª C) Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas de Lisboa e Vale do Tejo VT (DRCNF LVT)

  • Mata Nacional Valado Frade/Vimeiro – 3 postos de trabalho
  • Parque Florestal Serra Candeeiros – 5 postos de trabalho
  • Mata Nacional Virtudes – 3 postos de trabalho
  • Mata Nacional do Escaroupim – 2 postos de trabalho
  • Mata Nacional dos Medos/Machada – 5 postos de trabalho

Ref.ª D) Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo (DRCNF Alentejo)

  • Mértola – 4 postos de trabalho
  • Portalegre – 4 postos de trabalho
  • Viveiro de Valverde – 2 postos de trabalho
  • Alcácer do Sal – 2 postos de trabalho
  • Évora – 2 postos de trabalho

Ref.ª E) Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas do Algarve (DRCNF Algarve)

  • Chinicato – 5 postos de trabalho
  • Castro Marim – 3 postos de trabalho
  • Olhão – 4 postos de trabalho
  • Viveiro Monte Gordo – 3 postos de trabalho

Ref.ª F) Centro de Operações e Técnicas Florestais (COTF)

  • Lousã – 2 postos de trabalho

Ref.ª G) Lisboa

  • 2 postos de trabalho

Caraterização do posto de trabalho

  • Ações de silvicultura;
  • Gestão de combustíveis;
  • Acompanhamento na realização de fogos controlados;
  • Realização de queimadas;
  • Manutenção e beneficiação da rede divisional e de faixas e mosaicos de gestão de combustíveis;
  • Manutenção e beneficiação de outras infraestruturas;
  • Ações de controlo e eliminação de agentes bióticos;
  • Sensibilização do público para as normas de conduta em matéria de natureza fitossanitária, de prevenção, do uso do fogo e da limpeza das florestas;
  • Vigilância das áreas a que se encontra adstrito;
  • Primeira intervenção em incêndios florestais, de combate e subsequentes operações de rescaldo e vigilância pós-incêndio, desde que integrados no Dispositivo Integrado de Prevenção Estrutural (DIPE), e previsto em diretiva operacional aprovada pela Comissão Nacional de Proteção Civil;
  • Proteção a pessoas e bens prevista em diretiva operacional aprovada pela Comissão Nacional de Proteção Civil.

Nível habilitacional

  • Escolaridade obrigatória (de acordo com o n.º 1 do artigo 86.º da referida LTFP), sendo: 4.ª classe para os indivíduos nascidos até 1 de janeiro de 1967; 6.º ano de escolaridade, para os nascidos entre esta data e 31 de dezembro de 1980; 9.º ano de escolaridade, para os nascidos após esta data; 12 anos de escolaridade para os alunos que no ano letivo de 2009/2010 estiveram matriculados no 1.º e 2.º ciclos do ensino básico ou no 7.º ano de escolaridade, estando sujeitos ao limite de escolaridade obrigatória até aos 18 anos.

Aviso DRE [AQUI]

Oferta BEP [AQUI]

Empregos e estágios perto de si

O E2 Emprego e Estágios não tem qualquer afilição com as empresas/entidades a que se referem as ofertas. As imagens/logótipos presentes nas ofertas são propriedade das mesmas.

Veja também

Cleerly

Cleerly está a recrutar Analista

A Cleerly é uma empresa digital de cuidados de saúde que está a transformar a …