Polícia Judiciária

Polícia Judiciária abriu concurso para recrutamento de 70 candidatos ao curso de formação de inspetores

A Polícia Judiciária, PJ, é uma das organizações policiais responsáveis pela investigação criminal em Portugal, vocacionada para o combate à grande criminalidade nomeadamente ao crime organizado, terrorismo, tráfico de estupefacientes, corrupção e criminalidade económica e financeira.

A Polícia Judiciária tem por missão, nos termos da sua Lei Orgânica e da Lei de Organização da Investigação Criminal (LOIC), coadjuvar as autoridades judiciárias na investigação e desenvolver e promover acções de prevenção, detecção e investigação da sua competência ou que lhe sejam cometidas pelas autoridades judiciárias competentes.

A Polícia Judiciária prossegue as seguintes atribuições:

  • Desenvolver e promover as ações de prevenção, deteção e investigação criminal da sua competência ou que lhe sejam cometidas pela Lei de Segurança Interna, pela Lei-Quadro da Política Criminal e pelas estratégias nacionais que definem os objetivos, as prioridades e as orientações de política criminal;
  • Realizar, enquanto entidade oficial, perícias e exames.

Evoluindo e acompanhando a complexidade e a sofisticação da sociedade, a Polícia Judiciária define-se como um corpo superior de polícia criminal, organizado hierarquicamente na dependência do Ministro da Justiça e fiscalizado nos termos da lei.

Oferta – Procedimento concursal comum de ingresso para recrutamento de 70 candidatos ao curso de formação de inspetores da Polícia Judiciária

Os postos de trabalho a ocupar, na modalidade de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado, serão constituídos por nomeação, após conclusão com aproveitamento do curso de formação específica, iniciando-se por um período experimental, e visam o exercício de funções inerentes à carreira especial de investigação criminal, com grau de complexidade funcional 3, sendo genericamente, as constantes no Quadro 1 do anexo I do Decreto-Lei n.º 138/2019, de 13 de setembro (EPPPJ).

Podem ser opositores ao presente procedimento concursal, candidatos com ou sem vínculo de emprego público previamente estabelecido, nos termos do n.º 4 do artigo 30.º da LTFP, sendo titulares de Licenciatura, ou grau académico equivalente, nos seguintes domínios, aferidos de acordo com a Portaria n.º 256/2005, de 16 de março:

  • Arquitetura e Urbanismo
  • Auditoria, Contabilidade e Fiscalidade
  • Ciência Política e Relações Internacionais
  • Ciências da Comunicação, Informação e Jornalismo
  • Ciências do Ambiente, Engenharia e Gestão do Ambiente, Engenharia Florestal e Planeamento e Gestão do Território
  • Ciências Informáticas, Engenharia Informática, Engenharia Eletrónica, Sistemas e Tecnologias da Informação, Administração de Redes, Tecnologia de Redes e Segurança Informática
  • Ciências Policiais e Ciências Militares
  • Criminologia e Ciências Forenses e Criminais
  • Desporto
  • Direito e Solicitadoria
  • Economia
  • Eletrónica e Automação
  • Engenharia Civil
  • Engenharia Química
  • Estatística
  • Estudos Policiais e Segurança Pública
  • Estudos de Segurança, Políticas de Segurança e Proteção Civil
  • Finanças, Banca, Análise Financeira e Seguros
  • Física
  • Gestão e Administração
  • História
  • Matemática
  • Marketing
  • Medicina, Enfermagem, Ciências Farmacêuticas e Farmácia
  • Psicologia
  • Sociologia

Ver anúncio no DR [AQUI]

Mais informações [AQUI]

Veja mais ofertas de emprego e estágios na página Oportunidades

Ofertas perto de si

Sobre E2

O E2 Emprego e Estágios é um dos maiores portais de emprego em Portugal. Agrupamos e partilhamos as várias ofertas de emprego e estágios disponibilizadas por várias empresas em Portugal e no estrangeiro nas mais diversas áreas.

Veja também

Grupo Ageas

Ageas está a recrutar para a área de Ecossistema de Saúde

A Ageas é um grupo segurador internacional com sede em Bruxelas e presente em 14 ...