AMA Agência para a Modernização Administrativa

Agência para a Modernização Administrativa está a recrutar para o Centro para a Inovação no Setor Público

A Agência para a Modernização Administrativa, I.P. (AMA) é o instituto público responsável pela promoção e desenvolvimento da modernização administrativa em Portugal.

A sua atuação divide-se em três eixos: atendimento, transformação digital e Inovação e Participação e encontra-se sob superintendência e tutela do Secretário de Estado da Digitalização e da Modernização Administrativa.

Esta agência foi criada em 2007, no âmbito do Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado (PRACE), e resultou da extinção, por fusão, do Instituto de Gestão das Lojas do Cidadão, I.P. (IGLC), da transferência de atribuições do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas, I.P. (IAPMEI), a quem sucedeu na gestão das Lojas de Empresa, e da transferência de atribuições da Agência para a Sociedade do Conhecimento, I.P. (UMIC), a quem sucedeu no domínio da administração eletrónica, designadamente na gestão dos Portais do Cidadão e da Empresa e no desenvolvimento de projetos infra-estruturais, como o Cartão de Cidadão ou a plataforma de interoperabilidade.

Tem por missão identificar, desenvolver e avaliar programas, projetos e ações de modernização e de simplificação administrativa e regulatória e promover, coordenar, gerir e avaliar o sistema de distribuição de serviços públicos, no quadro das políticas definidas pelo Governo.

Oferta – OE202305/0730 – Especialista – Lisboa

Procedimento concursal comum para preenchimento de 1 (um) postos de trabalho na carreira e categoria de Especialista – Grau 1, para o Centro Para a Inovação no Setor Público (LabX), na modalidade de contrato individual de trabalho termo resolutivo incerto, do mapa de pessoal da Agência para a Modernização Administrativa, I.P.

Caracterização do Posto de Trabalho

  • Realizar investigação/pesquisas para compreender as motivações, atitudes, desejos e expectativas dos na interação com os serviços públicos digitais;
  • Realizar diagnósticos sobre produtos e serviços públicos digitais: identificar as causas e os problemas sentidos pelos utilizadores, por forma a melhorar a experiência dos utilizadores;
  • Realização de testes de usabilidade, questionários, entrevistas, mapas de jornada e outros instrumentos de para compreender a experiência do utilizador sobre um produto ou serviço público digital;
  • Construção de wireframes e protótipos digitais para testar soluções que melhorem a experiência dos utilizadores em projetos de (re)desenho de serviços;
  • Fazer propostas de otimização e ajustes seja a jornadas de produtos ou serviços públicos em uso e a soluções (protótipos) que se encontrem em fase de teste ou experimentação com utilizadores (cidadãos);
  • Organizar a informação e conteúdos dentro de um website/portal para tornar a jornada digital num dado serviço centrada nos cidadãos;
  • Elaborar relatórios para documentar processos e informar decisões.

Habilitação Literária

  • Licenciatura em Engenharia, Design.

Remuneração

  • 2 122,84 €.

Mais informações e candidaturas [AQUI]

Empregos e estágios perto de si

O E2 Emprego e Estágios não tem qualquer afilição com as empresas/entidades a que se referem as ofertas. As imagens/logótipos presentes nas ofertas são propriedade das mesmas.

Veja também

Banco CTT

Banco CTT está a recrutar Especialista de Operações – Clientes e Contas

O Banco CTT nasce da evolução natural do negócio de serviços financeiros já prestados pelos …