DGS

DGS está a recrutar Chefe da Divisão de Cooperação

A DGS, Direção-Geral da Saúde, é a autoridade de saúde do governo português, que funciona como um serviço do Ministério da Saúde, mas é dotado de autonomia administrativa.

A atuação da DGS, intersectorial, inserida num exigente contexto político e económico, de mudança social e ambiental, de contínua inovação e de transição demográfica, considera os determinantes que influenciam a saúde individual, familiar e coletiva e privilegia a divulgação da melhor informação e conhecimento técnico, de forma acessível e transparente.

Tem como visão proteger e melhorar a saúde e bem-estar dos cidadãos, garantindo que, através da qualidade, da segurança e da redução de iniquidades em saúde, todos atinjam o seu potencial de saúde.

A missão da DGS é regulamentar, orientar e coordenar as atividades de promoção da saúde e prevenção da doença, definir as condições técnicas para adequada prestação de cuidados de saúde, planear e programar a política nacional para a qualidade no sistema de saúde, bem como assegurar a elaboração e execução do Plano Nacional de Saúde e, ainda, a coordenação das relações internacionais do Ministério da Saúde.

Oferta – Chefe da Divisão de Cooperação – Lisboa

Procedimento concursal de seleção para o cargo de Chefe da Divisão de Cooperação da Direção-Geral da Saúde, com competências previstas no Despacho n.º 7257/2014, publicado no Diário da República, 2.ª série, N.º 106 de 3 de junho de 2014, da Diretora-Geral da Saúde, divulgado na BEP (Bolsa de Emprego Público) pelo código de oferta OE 202205/0838.

Funções

  • Analisar e propor estratégias de capacitação e colaboração técnica na cooperação internacional no domínio da saúde;
  • Promover e orientar a avaliação de projetos e iniciativas de cooperação, com atenção para o setor da lusofonia;
  • Coordenar a elaboração de pareceres técnicos sobre matérias relevantes na área da saúde no âmbito das relações internacionais e da lusofonia;
  • Promover a colaboração e articulação entre as estruturas da Direção-Geral da Saúde e outras instituições da saúde em matéria de cooperação, e coordenar os apoios técnicos;
  • Garantir a articulação em matéria de cooperação com as estruturas competentes do Ministério da Saúde, Ministério dos Negócios Estrangeiros e demais serviços da Administração Pública;
  • Participar em negociações relativas à celebração de acordos de âmbito internacional com relevância para a cooperação em saúde;
  • Apoiar a preparação e desenvolvimento dos programas de visita de delegações estrangeiras a estruturas do Ministério da Saúde.

Habilitações literárias

  • Licenciatura, preferencialmente em Relações Internacionais, Direito ou em áreas das Ciências da Saúde e Ciências Sociais.

Mais informações e candidaturas [AQUI]

Empregos e estágios perto de si

Veja também

DGS

DGS tem novas vagas de emprego em várias áreas

A DGS, Direção-Geral da Saúde, é a autoridade de saúde do governo português, que funciona …