concurso postos carregamento

Lançado concurso para rede de 643 postos de carregamento de veículos elétricos

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática, Matos Fernandes, presidiu ao lançamento do concurso público internacional para a concessão da rede de postos de carregamento de automóveis elétricos (rede Mobi.E), em Lisboa.

Foram postos a concurso 643 postos de carregamento de veículos elétricos por 10 anos, aos quais poderão ainda acrescer 20 postos de municípios.

O Ministro afirmou que o número de postos de carregamento de veículos elétricos terá de aumentar, pois «seria uma desilusão se ao fim de um ano só estivéssemos a falar destes 643 postos e ao fim de dois anos certamente estaremos a falar de muito mais».

Matos Fernandes referiu também que em 2018 se venderam mais de 8 000 veículos elétricos e até final de novembro de 2019 foram vendidos mais de 11 mil veículos elétricos.

Os postos a concurso estão divididos por 11 lotes (cada lote inclui postos de carregamento lento e semi-rápido) e cada concorrente pode ficar no máximo com três lotes.

O presidente da Mobie.e, a empresa pública responsável pela gestão da mobilidade elétrica em Portugal, Luís Barroso, disse que a apresentação de candidaturas termina pelo Carnaval e que o concurso deverá estar concluído pela Páscoa.

A empresa anunciou também que os carregamentos de carros elétricos nos postos da rede pública vão passar a ser pagos.

Atualmente, os carregamentos de veículos elétricos são pagos nos postos de carregamento rápidos e ainda nos postos de carregamento normal em zona privada.


Veja mais ofertas de emprego e estágios na página Oportunidades

Ofertas perto de si

Veja também

nos

Denúncia antecipada do período de fidelização: NOS reduz em mais de 50% o valor máximo a suportar pelos clientes

A partir de 31 de janeiro, a NOS vai reduzir o valor máximo que os ...

error: