Este site utiliza cookies. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Fechar
Microsoft Diversidade
Imagem/Foto

Microsoft com melhores indicadores de diversidade e inclusão de sempre

A Microsoft acaba de divulgar os resultados do Relatório de Diversidade e Inclusão de 2022, onde revela os níveis de diversidade mais elevados de sempre, com o maior progresso em representatividade.

O relatório reforça o compromisso da tecnológica em construir uma comunidade mais inclusiva, divulgando dados referentes à igualdade de género, equidade salarial, representação étnico-racial e multirracial, bem como contratação de pessoas com deficiência.

Os dados demonstram que, pela primeira vez, as mulheres representam mais de 30% da força de trabalho da Microsoft em todo o mundo (30,7%), sendo que, desde 2018, a representação de mulheres tem vindo a crescer pelo menos 1,0 ponto percentual a cada ano. Por sua vez, e com uma representação de 53,2% da força de trabalho da Microsoft nos EUA, a percentagem de colaboradores de comunidades étnico-racial registou um crescimento de 1,9 pontos percentuais em comparação ao ano anterior.

Já a representação asiática cresceu 0,3 pontos percentuais, para 35,8%, e as comunidades de negros e afro-americanos e hispânicos e latinos registaram o maior aumento nos últimos cinco anos de 0,9 pontos percentuais, para 6,6%, e 0,6 percentuais, para 7,6%, respetivamente. A melhoria nos indicadores de representatividade é acompanhada, também, pelo aumento do número de colaboradores que se identificam enquanto portadores de deficiência, passando a 7,8% (um aumento de 0,7 pontos percentuais em relação ao ano anterior).

A Microsoft também reforçou o compromisso da equidade salarial, tendo em conta fatores como o função, nível e duração de contrato. O relatório deste ano revelou que as mulheres qualificadas para prémios recebem um pagamento total de US$ 1.002 para cada US$ 1.000 recebidos por homens qualificados para prémios com o mesmo nível e função, em 61 países*, incluindo Portugal; nos EUA, os valores sobem para $1.007 e $1.000, respetivamente, e nas minorias raciais e étnicas para $1.008, para cada $1.000 ganhos pelos colaboradores brancos qualificados com o mesmo cargo e nível. Estes dados representam 99,8% da força de trabalho global da Microsoft.

A Microsoft acrescentou novos indicadores ao relatório com o objetivo de continuar a desenvolver a reflexão dentro da força de trabalho e aprofundar a transparência nesse progresso, nomeadamente: dimensões de autoidentificação, com aumento das opções de identidades raciais e étnicas; representação de colaboradores com estatuto militar; dados sobre a saída de colaboradores nas diferentes comunidades e dados remuneratórios por comunidades.

Para mais informações sobre o Relatório de Diversidade e Inclusão, clique [AQUI]

Empregos e estágios perto de si

Veja também

Worten World Trade Center

Worten inaugura nova sede no World Trade Center

A Worten inaugurou a sua nova sede num dos maiores centros de negócios do país, …