Aumento do salário mínimo nacional para 635 euros entra em vigor a 1 de janeiro

O aumento do salário mínimo nacional para 635 euros foi publicado, esta quinta-feira, em Diário da República, depois de o valor ter merecido ‘luz verde’ por parte do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O Programa do XXII Governo Constitucional prevê a criação de condições para aprofundar a trajetória plurianual de atualização real do salário mínimo nacional, de forma faseada, previsível e sustentada, evoluindo em cada ano em função da dinâmica do emprego e do crescimento económico, com o objetivo de atingir os (euro) 750 em 2023.

Este compromisso não esgota os objetivos de política de salários e rendimentos, uma vez que é também expresso no referido Programa o objetivo de encetar no quadro da negociação em sede de concertação social um processo de diálogo para um acordo de médio prazo sobre salários e rendimentos.

“Neste quadro, ponderadas as condições para aprofundar a trajetória de valorização real da RMMG, atendendo ao disposto no Programa do XXII Governo Constitucional, e sem prejuízo de um diálogo mais amplo em sede de Concertação Social sobre a política de rendimentos e de competitividade, o Governo decide aumentar para (euro) 635 o valor da RMMG, com efeitos a partir de 1 de 1 de janeiro de 2020.”, pode ler-se no decreto.

Veja mais ofertas de emprego e estágios na página Oportunidades

Ofertas perto de si

Sobre E2

O E2 Emprego e Estágios é um dos maiores portais de emprego em Portugal. Agrupamos e partilhamos as várias ofertas de emprego e estágios disponibilizadas por várias empresas em Portugal e no estrangeiro nas mais diversas áreas.

Veja também

Nestlé

Nestlé Portugal anuncia a criação de 750 novas oportunidades de trabalho para jovens até 2025

A Nestlé Portugal vai apresentar no evento “The Future Needs Youth” os novos compromissos da ...