Banco de Portugal

Banco de Portugal está a recrutar para a área de Acompanhamento de Mercados e Formação Financeira

O Banco de Portugal é o banco central da República Portuguesa e o regulador e supervisor dos bancos. O Banco tem duas missões essenciais: a manutenção da estabilidade dos preços e a promoção da estabilidade do sistema financeiro.

De acordo com a sua Lei Orgânica, é uma pessoa coletiva de direito público, dotada de autonomia administrativa e financeira e de património próprio. São órgãos do Banco o Governador, o Conselho de Administração, o Conselho de Auditoria e o Conselho Consultivo. O Banco rege-se por um código de conduta.

Cabe ao Banco de Portugal gerir as disponibilidades externas do País – em euros, moeda estrangeira e ouro – e outras que lhe estejam cometidas. Gere também parte das reservas cambiais do Banco Central Europeu.

O Banco de Portugal regula e supervisiona as instituições de crédito, as sociedades financeiras e as instituições de pagamento para garantir a segurança dos fundos que lhes foram confiados. Aplica medidas preventivas e sancionatórias.

O Banco de Portugal integra, desde o seu início, em 1998, o Sistema Europeu de Bancos Centrais (SEBC) – constituído pelo Banco Central Europeu (BCE) e pelos bancos centrais nacionais da União Europeia (UE).

Oferta – Coordenador(a) da Unidade de Análise Setorial – Banco de Portugal – Lisboa

A Unidade de Análise Setorial integra-se na Área de Acompanhamento de Mercados e Formação Financeira do Departamento de Supervisão Comportamental.

Principais responsabilidades

  • Elaborar relatórios, estudos e análises económico-financeiras para o enquadramento da regulação e o acompanhamento dos mercados bancários de retalho;
  • Apurar indicadores relevantes para a supervisão comportamental (tais como taxas máximas no crédito aos consumidores, incumprimento de contratos de crédito e indicadores de reclamações);
  • Analisar informação reportada pelas entidades supervisionadas;
  • Participar na elaboração de relatórios sobre as atividades de supervisão comportamental;
  • Preparar questionários sobre temáticas da supervisão comportamental e desenvolver os estudos e relatórios subsequentes;
  • Desenvolver estudos que orientem a intervenção do Banco de Portugal na informação e na formação financeira;
  • Colaborar em iniciativas de formação financeira desenvolvidas pelo departamento;
  • Participar em atividades relacionadas com a representação em fóruns internacionais de supervisão comportamental.

Perfil

  • Licenciatura pré‐Bolonha, ou licenciatura pós‐Bolonha com mestrado concluído, em Economia, com classificação final igual ou superior a 14 valores;
  • Experiência profissional relevante mínima de três anos;
  • Conhecimento das caraterísticas dos produtos e serviços bancários de retalho e do enquadramento normativo aplicável à sua comercialização (condição preferencial);
  • Capacidade de preparação e análise de dados quantitativos;
  • Conhecimentos de informática na ótica do utilizador, valorizando-se a experiência em Excel avançado e em software utilizado na análise de microdados;
  • Capacidade de decisão e de liderança;
  • Autonomia, espírito de iniciativa e capacidade de planeamento e de organização do trabalho;
  • Facilidade de comunicação e de relacionamento interpessoal;
  • Sentido de responsabilidade, rigor e exigência;
  • Capacidade para estabelecer e manter relações de cooperação com outras unidades de estrutura e com entidades externas, nacionais e internacionais;
  • Domínio da língua inglesa (oral e escrito).

Mais informações e candidaturas [AQUI]

Empregos e estágios perto de si

Veja também

Banco de Portugal

Banco de Portugal abriu Estágios Remunerados na Agência de Faro

O Banco de Portugal é o banco central da República Portuguesa e o regulador e …