Como alugar um imóvel?

Alugar um imóvel é algo complexo e muitas vezes difícil. Porém, com este artigo, mostraremos as principais etapas que você precisa fazer para conseguir ter sucesso em alugar um imóvel.

Dividido em passos simples, nós mostraremos aqui o que deve ser levado em consideração na hora de alugar um imóvel, pois sabemos que trata-se, muitas vezes, de uma decisão muito séria, principalmente quando pensamos que vamos viver ao menos uma parte de nossas vidas (nem que seja, como em alguns casos, um prazo curto como 6 meses) neste futuro imóvel.

Qual o passo necessário para alugar um imóvel?

Passo 1 – Encontrar o melhor local

Claro, o primeiro passo não podia ser nada menos que definir o lugar ideal. É preciso ser bastante criterioso na hora de escolher o lugar, pensando em mobilidade, valores e outras questões, como a fama do próprio local em si.

Passo 2 – Documentação pessoal

A documentação pessoal é um dos processos mais importantes para enviar na hora que se está alugando um imóvel, principalmente no momento em que vai se assinar o contrato.

O objetivo de apresentar os documentos pessoais está relacionado à proteção a proprietários frente aos locatários.

É importante que se apresente os documentos não só do titular, mas também de todas as pessoas que irão morar naquele determinado imóvel.

Passo 3 – Referências

Essa parte também visa dar uma segurança maior ao locador, visto que, nessa etapa, o locatário precisa informar suas “experiências” (se é que teve) em outros imóveis que o mesmo já viveu.

Informações do tipo “quanto tempo permaneceu neste local”, “inquilino não paga o mês de renda?” e “teve algum problema” costumam ser as mais perguntadas.

Além disso, em alguns casos, também pode ser necessário informar documentos que comprovem a sua atual situação financeira, visando, desta forma, precaver o locatário no que diz respeito à certeza de que o locador arcará com seus vencimentos.

Passo 4 – Documentação laboral

Similar às “referências”, nesta etapa o locador precisa apresentar comprovações financeiras como recibos, informações sobre o trabalho atual e se o inquilino consegue ou não arcar com seus compromissos mensalmente.

O que o inquilino deve pedir?

O inquilino, ou locador, também possui certas “proteções” frente ao locatário. Dentre essas proteções, é importante saber, entre outras coisas, sobre as condições mínimas do local que ele habitará, bem como a salubridade do local que é exigida pela lei.

No momento de assinatura do contrato, o locador pode solicitar a verificação destas questões.

O certificado de eficiência energética é outro documento que é muito importante que o locatário solicite, visto que é obrigatório, caso o proprietário queira arrendar seu apartamento, ter este documento.

Além disso, as recomendações de leituras aprofundadas acerca das cláusulas do contrato, antes de assinar o documento, se fazem necessárias, visto que, como em todo documento, um pequeno item escrito nas famosas “letras miúdas” podem fazer toda a diferença em algum momento pontual.

O que é amplamente recomendado, neste caso, é solicitar a ajuda de um profissional especializado neste caso. Ainda que seja cobrada uma taxa para averiguar este documento, o preço poderá ser muito maior caso exista algum ponto não lido no contrato ou que possua uma interpretação diferente.

Empregos e estágios perto de si

Veja também

CUF

CUF está a recrutar para a Direção de Gestão de Risco e Provedoria do Cliente

A CUF é o maior prestador de saúde privada em Portugal, contando com 75 anos …