Jovens portugueses emigram para estudar sem pagar propinas

Milhares de jovens portugueses decidiram fazer o curso superior no estrangeiro aproveitando o facto de não pagarem propinas ou poderem contar com financiamento da formação. Um mercado cada vez maior, que já motivou a criação de empresas que ajudam na inscrição e instalação dos estudantes nas regiões e universidades escolhidas.

Cerca de 200 estão na Dinamarca, onde o ensino superior é grátis. Outros 1200 estão no Reino Unido que financia estudos até arranjarem emprego.

A Dinamarca é dos países europeus onde não existem propinas o que mais sucesso tem feito junto dos universitários nacionais – em Portugal o valor máximo fixado para as universidades públicas para o ano letivo 2014/15 é de 1069 euros e as privadas estabelecem os seus valores.

Neste momento, estudam naquele país do norte da Europa cerca de 200 portugueses, tendo em conta os processos tratados pela agência Information Planet, que também coloca alunos na Austrália, Reino Unido e Canadá.

Artigo completo: DN

Empregos e estágios perto de si

Veja também

Sonae Sierra

Sonae Sierra está a recrutar para a equipa de Gestão do Centro Colombo

A Sonae Sierra é uma empresa imobiliária internacional dedicada a criar soluções que vão ao …