loja online

Quais os primeiros passos para abrir a sua loja online e tornar-se independente?

Não é uma regra geral, mas a maioria de nós já deu por si a pensar em ser dono do seu destino profissional. Tornar-se patrão de si mesmo, libertar-se do rotineiro “picar do ponto” ou, simplesmente, colocar em prática as ideias que os superiores hierárquicos sempre abafaram, mas que você tinha a certeza que eram as medidas mais corretas a tomar para que a sua empresa entrasse na rota do sucesso, são algumas das razões abrir o seu próprio negócio.

Se o sonho é um belo prado verdejante, o mesmo não se poderá dizer da realidade. O caminho para se tornar um trabalhador por conta própria pode ser espinhoso e implica, entre outros, uma generosa dose de auto-regulação e planeamento. É um jogo de prós e contras: não tem que cumprir horários pré-definidos, mas poderá ter que trabalhar mais horas; não receberá um valor de salário pré-determinado em data certa, mas também aquilo que ganhar não estará limitado à partida; o chefe rabugento não se fará mais ouvir, será o estratega maior, mas caber-lhe-á tomar todas as decisões e arcar com as responsabilidades das decisões que tomar em relação ao destino da sua empresa.

Tem tudo isto em mente e está decidido a fazer daquela ideia bem guardada um projeto empresarial de sucesso? Entre os vários modelos de negócio existentes, um tem adquirido prevalência especial sobre todos os outros: as lojas online. Entrados definitivamente na era digital, a aposta num negócio que faça da Internet a sua casa é escolha cada vez mais recorrente para quem deseja, verdadeiramente, transformar-se num empreendedor de sucesso qual “Jeff Bezos (fundador e CEO da Amazon) português”.

Sem necessidade de se aventurar na procura de um espaço físico e pagar a devida renda, o empreendedor da segunda década do séc. XXI vira agulhas para o digital e para as inúmeras potencialidades que ele lhe propicia. Baptizado de e-commerce, este modelo de negócio, que assenta arraiais na Internet, tem crescido vertiginosamente por todo o mundo, com cada vez mais consumidores a optarem por adquirir os seus bens/serviços através deste meio devido à rapidez e conforto que lhes oferece.

Que nos perdoe Jeff Bezos, mas vamo-nos servir da sua Amazon, referencial máximo de e-commerce a nível mundial, para uma pequena reflexão. A dimensão desta empresa de venda online é monstruosa e os seus ganhos são estratosféricos. Até aqui tudo certo. O que muitos poderão não perceber é que a Amazon nasceu pequena. Ainda longe dos lucros milionários, ela foi uma ideia à qual o seu criador acrescentou um plano de negócios, uma estratégia de marketing, meios de pagamento online e, de não somenos importância, uma plataforma (site/loja online) multifuncional e eficiente que recheou com produtos de qualidade.

Ao já de si inovador conceito e-commerce, juntou-se há pouco tempo um outro que leva mais longe o paradigma das vendas online: o dropshipping. O sistema Dropshipping permite que vários negócios online usem o stock de terceiros para efetuar as suas vendas, comercializando produtos que não passam fisicamente por si. Ao utilizar este sistema, a loja online vende o produto e envia a ordem da transação para o fornecedor. Este, por seu turno, faz o envio direto do produto em nome da loja para o cliente final. A loja online dropshipping é assim intermediária neste processo, sendo responsável pela exposição e divulgação do produto, transferindo toda a gestão do stock e envio para o fornecedor com a margem de lucro a resultar da diferença entre o valor cobrado pelo fornecedor e o preço anunciado pela loja aos clientes no seu site.

Como um Jeff Bezos em potência, quem se decida por abrir uma loja online deve fazê-lo com tudo o que referimos em mente porque, se é fácil montar uma loja online, muito mais difícil é levá-la ao sucesso.

O caminho para o sucesso

Teve uma ideia e, de acordo com o estudo que levou a cabo, essa mesma ideia tem tudo para resultar numa empresa de e-commerce de sucesso. Comece por fazer um planeamento completo, onde decide o tipo de produtos ou serviços que vai oferecer, como vai atrair o seu público-alvo e que estratégia irá utilizar para levar à compra dos seus produtos.

Com este trabalho finalizado, deve começar por registar o domínio e alojamento daquela que virá a ser a sua loja online. Encontrado o “terreno”, tem que se preocupar em construir a plataforma que servirá de “casa” ao seu negócio. Existem inúmeras soluções no mercado, muitas delas gratuitas, mas se o objetivo é erguer uma empresa sólida, o melhor é optar por uma loja online profissional criada do zero, por profissionais, com todos os mecanismos necessários para o sucesso.

As lojas online profissionais, integradas no wordpress, são criadas com o Woocommerce, facilitando o seu manuseamento mesmo após a criação. Além disso, como são hospedadas em wordpress, a criação de artigos é facilitada, algo excelente para que trabalhe o SEO (search engine optimization – conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados naturais nos motores de
busca) do website.

Certifique-se que a plataforma criada é simples, intuitiva e direcione inconscientemente o seu cliente para a compra dos seus produtos. Simplicidade e usabilidade que se devem estender, de igual modo, ao momento do pagamento.

O consumidor online não tem tempo a perder. Ele procura soluções rápidas e seguras no momento de abrir a carteira. Apogeu de todo o seu trabalho, o pagamento de bens comprados online exige da sua parte uma escolha criteriosa das soluções apresentadas pelos especialistas em pagamentos online existentes no mercado. Uma das mais destacadas neste domínio é a portuguesa Redunicre. Esta marca coloca ao dispor do empreendedor digital uma inovadora solução de pagamento online E-Commerce com integração de tecnologia de segurança 3D Secure que lhe permite, não só aceitar pagamentos com cartão no seu site como se mostra compatível com os principais módulos de e-commerce. A par do E-Commerce, o portefólio Redunicre conta ainda com o Redunicre@Payments, um produto sem mensalidade que, entre outras coisas, lhe permite, de forma segura e simples, agilizar e aceitar pagamentos à distância por link e personalizar a página de pagamentos com a imagem do seu negócio.

Bom, antecipamo-nos. Se já pensa em SEO, estratégias de captação de clientes e pagamentos é porque a plataforma que criou já é detentora de uma identidade visual (logótipo, esquema de cores, etc) e de uma filosofia (transversal a todos os produtos e publicidades que a sua loja online veicule) capazes de serem facilmente identificadas pelos clientes. Apesar de aparentemente estéticos, estes elementos levam os potenciais clientes a pensar primeiro na sua loja online no imenso mar de opções que a Internet providencia em matéria de vendas à distância.

Capta visitantes, mas as vendas continuam em baixo? Não desespere, procure implementar estratégias de inbound marketing na sua loja online. Estas estratégias têm como objetivo atrair possíveis clientes, mas também convertê-los em clientes e continuar a atrai-los mesmo após a compra. Captar o contacto do visitante, manter um contacto permanente através do e-mail marketing, oferecer descontos caso seja feito o registo, entre outros, são algumas das medidas que pode e deve implementar.

A par de todos estes passos, manter uma loja online e transformá-la num negócio de sucesso vai exigir uma grande flexibilidade e capacidade de adaptação. As vontades e tendências no mercado digital são extremamente voláteis. O que ontem saía que “nem pãezinhos quentes” é votado ao ostracismo no dia seguinte. Faça do seu negócio a última bolacha no pacote.

Veja mais ofertas de emprego e estágios na página Oportunidades

Ofertas perto de si

Sobre Equipa E2

Veja também

Falar em Público: 7 formas para melhorar e perder o medo

Apresentações e falar em público não têm que ser tortura. Com alguns truques simples e ...

error: