6 pontos em comum entre a procura de emprego e o poker

Quando se trata de poker e procura de emprego, poder-se-ia pensar que não poderia haver qualquer ligação entre os dois. Afinal, um é um desporto de cartas e o outro é uma vertente da vida profissional.

Ainda assim, o primeiro ponto de partida nesta relação é que, até mesmo o poker pode ser um caminho profissional. Aliás, as grandes marcas da modalidade têm equipas próprias que são renovadas pontualmente. Por exemplo, a PokerStars tem uma equipa de embaixadores e o seu funcionamento é semelhante a um emprego, os profissionais têm contratos, funções ou até mesmo cláusulas de trabalho.

Dito isto, entremos então mais a fundo, na ligação “aparentemente” existente entre estes dois conceitos.

Poker e a procura de emprego: 6 pontos de contacto

Estratégia

Para começar, tanto o poker como a procura de emprego requerem uma grande dose de estratégia.

No poker, os jogadores devem considerar cuidadosamente as suas mãos e as ações dos seus adversários, de modo a tomarem as melhores decisões.

Da mesma forma, na procura de emprego é preciso desenvolver uma estratégia de como “enfrentar” as empresas. No caso, é preciso pensar que tipo de companhias se pretende atingir, elaborar um CV apelativo ou até mesmo o tipo de discurso para a carta de apresentação.

Probabilidades

Compreender o cenário durante a procura de emprego. É verdade, nada como perceber as probabilidades da escolha.

No poker, os profissionais têm de calcular a probabilidade de determinadas cartas serem reveladas ou das combinações de cartas que os adversários possam ter.

Na procura de emprego, os candidatos devem conseguir avaliar as hipóteses de arranjar um determinado emprego com base em fatores como as qualificações, o processo de contratação da empresa, e o recrutamento.

Ler pessoas

Não é só nestas áreas, seja que setor for, é preciso saber ler pessoas, para um melhor entendimento da realidade.

Nesta comparação, no poker, é preciso captar a linguagem corporal, expressões faciais e outras pistas dos adversários, de modo a obterem uma visão dos seus processos e estratégias de pensamento.

Já na busca de emprego, os candidatos devem poder (ou tentar) ler as pessoas com quem têm a entrevista, de modo a compreender as suas expetativas e preferências.

negocio trabalho

Adaptabilidade

Uma das competências mais importantes tanto no poker como na procura de emprego é também a adaptabilidade.

No caso do poker, os profissionais devem conseguir ajustar a sua estratégia à medida que o jogo avança, com base nas cartas que lhes são dadas e nas ações dos seus adversários.

Já quem busca um emprego, deve ter o poder de adaptar a sua abordagem à medida que encontram diferentes empresas e gestores com expetativas e exigências variadas.

Perseverança

Por último, uma palavra para a persistência e insistência. Nunca baixar os braços. E isso tem de ocorrer nestes dois conceitos, nunca desistir.

Assim, no poker, mesmo que a qualidade exista, é preciso sobreviver aos altos e baixos do jogo e das rondas, mantendo a concentração e o empenho mesmo quando se encontram numa maré de derrotas.

O mesmo para a procura de emprego, não se deve desistir. Seja que tipo de candidato for, deve permanecer motivado mesmo quando se depara com rejeição ou contratempos.

Manter a calma sob pressão

Outra lição que os candidatos a emprego podem aprender com os profissionais de poker é a importância de se manterem calmos e compostos sob pressão.

Tanto no poker como na procura de emprego, haverá inevitavelmente momentos de stress e incerteza. No entanto, aqueles que conseguem manter a cabeça nivelada e pensar claramente são mais propensos a tomar as melhores decisões e a sair em vantagem.

EXTRA: Risco

Quem conhece o poker enquanto modalidade também sabe que é uma modalidade que acarreta riscos. Seja pelo bluff, pela leitura de jogo ou até pela aposta, há sempre uma forma de risco associada.

Na procura de emprego, os candidatos podem sempre considerar adotar uma abordagem não tradicional, tal como criar um currículo em vídeo ou chegar diretamente aos recrutadores através de redes sociais, ou e-mail. Embora estas abordagens possam envolver algum risco, podem também ajudar os candidatos a diferenciarem-se dos muitos outros candidatos a competir pelos mesmos cargos.

Em suma, embora o poker e a procura de emprego possam parecer atividades completamente alheias, existem na realidade muitas semelhanças entre as duas.

Ambas requerem estratégia, compreensão das probabilidades, capacidade de ler as pessoas, adaptabilidade, perseverança e calma.

Assim, quem busca uma nova inspiração na sua procura de emprego, pode aproveitar este tipo de estratégias para uma pesquisa mais ativa e consistente. E, quem sabe, se através da adoção deste tipo de mindset, um novo emprego não estará ao virar da esquina!

Empregos e estágios perto de si

O E2 Emprego e Estágios não tem qualquer afilição com as empresas/entidades a que se referem as ofertas. As imagens/logótipos presentes nas ofertas são propriedade das mesmas.

Veja também

Área da Programação: quais os primeiros passos para entrar no mercado de trabalho?

O advento do digital transformou radicalmente a sociedade em que vivemos, nomeadamente na forma como …